Horizonte de Eventos

by Seyfert

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
3.
4.
05:38
5.
03:12
6.
03:40
7.
8.
04:06
9.
10.
11.
07:48

about

Horizonte de Eventos, o caminho sem volta, onde nem a luz é capaz de escapar de tamanha potência gravitacional.

credits

released May 26, 2017

Seyfert é André Luiz, Leonardo Jardim, Pedro César e Yasmin Cruz.

Esse álbum é uma produção independente, contando com a colaboração de pessoas como:
Diego Mellodias (designer), Izaak D. Lomba (ex-baixista), João Lourenzo (artista responsável pela capa e ex-baixista) e Juliana Martins (fotógrafa responsável pela capa).

Um grande obrigado a todos, Seyfert.

tags

license

all rights reserved

about

Seyfert Rio De Janeiro, Brazil

contact / help

Contact Seyfert

Streaming and
Download help

Track Name: A máscara que a dor usa I
Meus heróis morreram
Infinita solidão
Deus, ajoelhe-se
E peça perdão
O que estou fazendo aqui?
Estou vivo, mas não estou vivendo
Estou me iludindo nessa riqueza miserável

Nenhum anjo é capaz de me libertar
Prazer de viver assim como a sanidade se desfaz

Meus momentos mais felizes são aqueles
Capazes de me matar

Uma doença que me corrói,
Até que eu encontre a paz
Isso nunca teve a menor graça
Abandono meus ideais
O tempo passa,
A vida não funciona mais

Talvez a morte seja apenas o começo
Talvez eu seja o maior fracasso conhecido
E se não existir um paraíso
E eu perdi meu tempo esperando pelo juízo?

Uma voz ecoa na minha mente ao dizer
‘’Viva para estar vivo após morrer’’
Track Name: Dealbar do espaço atrás da cortina
Segure minha mão sem uma razão
Lembre-se das vezes que você sonhou comigo
Nos verões mais distantes

A luz não atravessa a cortina de seu quarto
O que houve com a fonte? O que houve...
... com você?
Eu caí
E não pude mais ver

Então, o chão cedeu
O fogo - consumiu tudo
O presente - não existe
Eu... só quero desaparecer

Alcanço a sua áurea e sinto seu calor
Na escuridão do espaço, eu te alcanço
Eu te amo
Eu te...
Track Name: Colapso
Às três vidas de hora
Embriagando o meu choro
Caçando no teu calor
O que me resta de pescar
Destas águas frias que...
Inundaram meu amor

Com a chuva miúda que fez você se esgotar

Símbolos sobre a pele marcam o...
Desconhecido
Para uma pessoa perdida
(Perdida)

O vazio rompe o infinito

Intocável ser de energia escura
Traga esse sentimento
Que jaz fundo
Em minha memória
... na minha história

Traga essa emoção de volta...

Em seu olhar, hei de criar
Um novo sentido para viver
Tudo não passa de ilusão

Eu morrerei sem seu... perdão.
Track Name: Luzes
Esses pequenos detalhes
Que vão me destruindo
Que vão me perturbando
Criando um cataclismo
Criando um universo
De dor e sofrimento
Que vai me consumindo
...por toda uma vida

Rasgue a matéria e teça textura a textura
Molde a existência
Transforme o tecido,
Leia cada linha
Veja as reações
Sempre com cuidado
Para ver o resultado

Não sei mais o que fazer
Não sei mais nem quem eu sou

Luzes tão intensas
Como centros de galáxias tão distantes
E densas...
Luzes tão intensas
Como quasares e pulsares
Tão complexos...

Dancem para mim.
Track Name: Electricity
Seems like you never really knew me
Seems like you never understood me
Seems like you never really knew how to feel
But electricity it drew you near to me
What you needed was to be rid of me

There were times you really made me smile
And there were times you really made me cry
And there were times I never really knew how to feel
But electricity it drew you near to me
What you needed was to be rid of me
And the fear made you so unsure of me
What you needed was to be rid of me

But electricity it drew you near to me
What you needed was to be rid of me
And the fear made you so unsure of me
What you needed was to be rid of me
Track Name: As pétalas que envelheciam e enfeitavam uma memória
Pétalas queimaram sobre os meus desenhos
E iniciaram um novo ciclo que, sutilmente, desmoronou...
...por cima dela, que sempre chorou
Em seus momentos
De pura dor
A mais bela... dor.

Tudo está caindo fora do lugar
Sem objetivo, perdido e sozinho
Não sei mais orbitar...
O meu amor

Tudo está caindo... perdido e sozinho.

Tudo está caindo fora do lugar
Sem objetivo, perdido e sozinho
Não sei mais orbitar...
O meu amor

Sinto o vácuo do espaço por toda minha pele
Que puxa cada emoção – eu mergulho em um mar de aflição
Track Name: Alison
Listen close, and don't be stoned
I'll be here in the morning
'Cause I'm just floating
Your cigarette still burns
Your messed-up world will thrill me
Alison, I'm lost

Alison, I said we're sinking
There's nothing here but that's okay
Outside these walls, your sister's spinning
But she lies, tells me she's just fine
I guess she's out there somewhere

And the sailors they strike poses
TV covered walls
And so slowly
With your talking and your pills
Your messed-up life still thrills me
Alison, I'm lost

Alison, I'll drink your wine
I wear your clothes, when we're both high
Alison, I said we're sinking
But you laugh and tells me it's just fine
I guess she's out there somewhere
Track Name: Horizonte de Eventos
Movimentos simples implicam no cansaço
E a disposição se vai
Todas essas voltas
Dividem a solidão
Que a cada rotação se fortifica...
E a inspiração cai
No esquecimento
E toda força é capaz
De sumir

O que se pode fazer
Quando as suas estrelas estão
...se apagando?

Por favor, não se esqueça de mim
Deixe eu viver... para sempre
Vocês serão tocados pela mais
Nobre
E pura
Arte

Não sou capaz de entender
Quanta luz já soterraram
Ao longo de eras, a vida continuou assim
Mas mesmo depois do fim
As estrelas brilharão
Track Name: A máscara que a dor usa II
A conclusão dessa dor
Em um disfarce de soluções
Improváveis
Impossíveis
Não há razão alguma
Que justifique
Essa morte tão lenta
...tão cansativa

Esses olhares
Não possuem valor - é essa insolência
Violenta, que me despreza -
Nessa prisão só eu irei viver

Eu
Expulsarei
Cada um daqui
Com meus requintes
De crueldade

No final da rua
Você irá se afogar
Em sua própria futilidade

É uma agonia aguentar
Essas mesmas paisagens
É uma agonia aguentar
Essas mesmas caras insuportáveis

Não irei perecer, não irei sofrer
Não aceitarei nada dessa voz
Não ficarei sem saber
Não irei me perder
Não irei tolerar
Nada
Vindo de
Você

Acabe comigo ou irei vencer
A gravidade já desistiu de mim

Não irei perecer, não irei sofrer
Não aceitarei nada dessa voz
Não ficarei sem saber
Não irei me perder
Não irei tolerar
Nada
Vindo de
Você
Track Name: Oblívio
Eu não vou lutar
Eu não vou tentar
Irei enfrentar a face
Do luto
Você me fez passar
O mais triste dos
Pesadelos
E eu... não sou mais eu

Tudo muda
O amor pode ser
Nada

Pobres mortais
Pensam que o amor
Salva
Não...

Então, esse colossal portão
Há de se fechar
Para o amanhã
Pelas mentiras
Que eu contei
Para mim

A Terra não gira em volta do meu eixo
Infelizmente, assim
Eu acabei de
Me matar...
... e de novo

‘’Que seja infinito enquanto dure’’
Já dizia o poeta
Eu hei de ser
Assim...
Assim...
Assim...
Assim...